Projeto Ave Missões: Pesquisa, Educação Ambiental e Conservação com Aves da Região Noroeste do Rio Grande do Sul

domingo, 5 de maio de 2013

Papa-moscas-canela em Santo Ângelo

Não é de hoje que a Granja do Sossego vem revelando novidades para o município, mas já fazia alguns meses que não avistávamos nada de novo. Há poucos dias, porém, o registro de um papa-moscas-canela em Santo Ângelo deu à área uma importância conservacionista a mais, tanto em termos de Rio Grande do Sul, como de Brasil. A espécie tem pouquíssimos registros, sendo classificada como ameaçada de extinção a nível nacional e pouco conhecida no estado [1, 2, 3].



Papa-moscas-canela (Polystictus pectoralis) na Granja do Sossego em Santo Ângelo. Foto: D. Meller.

Tudo começou graças a um integrante de nosso grupo de observadores de aves, o Paulo, que me falou ter visto algo diferente em um banhado meio seco lá da granja. Fomos então conferir o que poderia ser, suspeitando que fosse um papa-moscas-do-campo, pelas suas descrições.

Habitat onde foi encontrado o papa-moscas-canela. Foto: D. Meller.

Nesta primeira busca, apesar de alguns avistamentos legais num belo fim de tarde, não encontramos o que procurávamos, mas um banhado mais úmido, ao lado daquele, estava em plena atividade. Além de ouvirmos inambuxororó e sanã-vermelha, um jacuaçu voando alto nos surpreendeu.

Vocalizações da sanã-vermelha (Laterallus leucopyrrhus
e do inambuxororó (Crypturellus parvirostris) gravados 
por D. Meller na Granja do Sossego, Santo Ângelo.

Jacuaçu (Penelope obscura) no entardecer. Foto: D. Meller.

Na manhã seguinte voltamos ao local. Novamente diversas aves em atividade, com destaques para falcão-de-coleira, primavera e um alguns tipios.

Falcão-de-coleira (Falco femoralis) Foto: D. Meller.

Primavera (Xolmis cinereus) e o padrão branco de suas asas em voo. Foto: D. Meller.

Vídeo do Tipio (Sicalis luteola)

Depois de andar um pouco pelo banhado seco do papa-moscas, novamente foi o Paulo quem viu algo diferente, e me mostrou uma foto que fez meio de longe. Na hora só pensei na possibilidade de ser um papa-moscas-canela fêmea, e então com o uso do playback dois pequenos passarinhos apareceram em nossa frente, nenhum deles com a plumagem do macho adulto, mas a alegria foi instantânea.

Papa-moscas-canela (Polystictus pectoralis) na Granja do Sossego em Santo Ângelo. Foto: D. Meller.

Depois do encontro o amigo Paulo me revelou que haviam três anos que ele vinha deixando aquele trecho da granja se regenerar naturalmente, perfazendo um conjunto de cerca de 20 ha de ambientes naturais, incluindo um banhado, um capão de mata e um grande trecho com capoeiras, capoeirões, etc.

Por fim o Paulo me parabenizou pela confirmação da espécie, mas, em verdade, quem merece os parabéns é ele e sua família, já que com consciência sabem fazer um correto uso da terra e ao mesmo tempo preservar a natureza.

Referências

[1] Belton, W. 1985. Birds of Rio Grande do Sul, Brazil. Part 2: Formicariidae through Corvidae. Bulletin of American Museum of Natural History, 180(1):1–242.

[2] Silveira, L. F. e Straube, F. C. (orgs.) (2008). Aves. In: Machado, A. B. M.; Drummond, G. M. e Paglia, A. P. (eds.). Livro vermelho da fauna brasileira ameaçada de extinção, Volume 2:378-679. Brasília, Ministério do Meio Ambiente; Belo Horizonte, Fundação Biodiversitas. Série Biodiversidade n° 19, 2 volumes, 907+511 p.

[3] Bencke, G.A.; C.S. Fontana; R.A. Dias; G.N. Maurício e J.K.F. Mähler, Jr. (2003) Aves, p. 189-479. Em: Fontana, C.S.; G.A. Bencke e R.E. Reis (eds). Livro vermelho da fauna ameaçada de extinção no Rio Grande do Sul. Porto Alegre: EDIPUCRS.

Veja também:

Rabo-branca-de-garganta-rajada - Phaethornis eurynome

8 comentários:

  1. Puxa Paulo, parabéns por proporcionar a essa e a tantas outras sp. um habitat saudável. Uma belíssima recompensa. Valeu Dante por mais esse importante trabalho. Abraço dois.

    ResponderExcluir
  2. Parabéns meninos, que orgulho...
    Márcia

    ResponderExcluir
  3. Ficou ainda melhor que a prévia, rss... Valeu, Dante !

    ResponderExcluir
  4. Que maravilha encontrar esta espécie!Parabéns amigos do Avemissões!

    ResponderExcluir